"A Felicidade na tua vida é directamente proporcional ao grau de ajuda oferecida aos outros no mundo"

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

CURSO DE XAMANISMO NÍVEL 4 - TÉCNICAS DE ENCAMINHAMENTO


Na Roda da Cura, o final representa também o recomeço.
O ciclo da Roda da Cura é também o da vida, dos obstáculos e das missões pessoais ou colectivas que devem ser resgatadas, vividas ou modificadas.
Na espiral da vida, no processo de cura, enfrentamos várias mortes.
A cada dia morremos e renascemos, livrando-nos de aspectos sombrios e obsoletos nas nossas vidas.
Segundo Jamie Sams, no seu livro As Cartas do Caminho Sagrado, "um xamã é aquele indivíduo que caminhou até os portais de seu inferno pessoal e teve a coragem de entrar.
É aquele que enfrentou e venceu os demônios autoconcebidos do medo, da insanidade, da solidão, da auto-importância e dos vícios.
A qualidade que melhor define um xamã de verdade é o seu sentido de compaixão pelos caminhos que os outros ainda precisam trilhar, já que ele também atravessou o mundo subterrâneo das sombras e conhece directamente a dor e o sofrimento envolvidos nesse processo".
São rituais que simbolicamente marcam a passagem pela morte de um dado aspecto da vida ou da personalidade.
É o renascer para uma nova vida, ajuste de personalidade e autocontrole.
Abrir-se para as mudanças é também buscarmos a nossa cura pessoal e, consequentemente, a cura colectiva do nosso planeta.

Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes